Distribuição e logística – Total controle (e de qualquer lugar)

RFID-1A etiqueta RFID (Radio-Frequency IDentification) veio para mudar o conceito de gestão empresarial e proporcionar uma administração holística do negócio

A implantação da tecnologia de identificação por radiofreqüência (RFID) vem crescendo no Brasil. Segundo o diretor de soluções da Plastrom Sensormatic, Carlos Eduardo Santos, a ferramenta é muito importante para o gerente, diretor ou dono da empresa tomar decisões e fazer um planejamento detalhado, ágil e eficiente do negócio. “São soluções completas e ainda mais seguras para o gerenciamento”, afirma.

O custo é o principal entrave para os empresários, mas Carlos Capparelli, da GTP Active Wave, explica que essa solução traz a vantagem do valor agregado em forma de um controle mais apurado, que substitui sistemas obsoletos de administração os quais necessitam de atualizações constantes e altos investimentos. No momento, Capparelli está implantando o projeto de RFID numa empresa que terá uma redução de custos de 20% sob o faturamento com total controle de estoque Fifo (First in, first out, que em português significa primeiro a entrar, primeiro a sair). “Isso significa agilidade nas entregas e sistemas integrados”, afirma.

Outra vantagem é que o sistema elimina a necessidade de grande ou pequena infraestrutura para implementá-lo. O transponder (comunicador) é um elemento vivo que hiberna quando não está em uso, mas que processa dados quando energizado. Também é capaz de registrar dados e apoiar a decisão, aconteça ela onde acontecer, com ou sem uma infraestrutura de redes de dados e de computadores.

Presente em todos os lugares

Quando uma empresa implementa o RFID em sua estrutura, é como se o gestor passasse a ter uma administração “onisciente e onipresente” de todas as atividades. O diretor da GTP Active Wave Luiz de Araújo Filho avalia que as empresas que não tinham controle de seus ativos, passam a rastrear em tempo real as atividades. “Um cliente nosso passou a fazer tarefas de inventário dos ativos com uma velocidade 50 vezes mais rápido que antes”, sintetiza.

Capparelli enfatiza que a etiqueta é o elemento indutor da adoção de novos procedimentos e posturas de controle. “Entenda o RFID como sendo um robô que desempenha tarefas antes executadas pelos seres humanos, mas em uma velocidade extremamente mais alta. E o controle é absolutamente rigoroso.”

Avalie primeiro

Araújo Filho explica que, antes de adquirir uma solução de identificação digital, é preciso contratar empresas que realizam serviços de conhecimento do processo organizacional como um todo, oferecendo avaliações dos pontos críticos, gargalos, perdas, custos atuais e necessidades. Tudo para não comprar errado ou mais do que necessita.

Outro desafio está vinculado à questão do desconhecimento. Ainda existe muita comparação da etiqueta de RFID com a etiqueta de código de barras. No entanto uma apenas identifica e a outra processa os dados, retém e troca-os com sistemas de gestão de forma interativa.

É importante ressaltar que, antes de adquirir a solução, as empresas devem avaliar o retorno sobre o investimento que o sistema irá proporcionar no curto, médio e longo prazo. Por outro lado, esse é o tipo de tecnologia que as empresas não podem mais desconsiderar em seus projetos para se manterem competitivas. “Em poucos anos todas as empresas sentirão a necessidade da implantação e utilização do sistema RFID”, enfatiza Capparelli.

Por  Alexandro Cruz

Anúncios

Sobre Ramires, F A. Borja

Sólidos conhecimentos em: GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS - Planejamento Estratégico Empresarial; - Balanced Scorecard (BSC); - Indicadores de Performance (KPI); - Avaliação de Potencial de Mercado; - Marketing Geográfico (GIS); - Business Intelligence (BI); - Inteligência Competitiva. GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA - Planejamento Orçamentário; - Plano de Negócios; - Análise de Custo, Volume e Lucro; - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional; - Formação e Análise de Preços; - Retorno sobre Investimentos; - EVA, MVA, EBITDA e Fluxo de Caixa Descontado; - Risco de Crédito com Credit Score.
Esse post foi publicado em Segmento do Varejo, Tecnologia da Informação e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s