Mercado da moda ainda não explora todo o potencial do Branding”, afirma especialista

De acordo com Gabriel Rossi, o setor ainda precisa trabalhar muito para estreitar o relacionamento com o cliente

Não é mais novidade para o mercado que o Branding tenha se tornado a bola da vez quando o assunto é promover um relacionamento satisfatório com o público-alvo. De acordo com a análise feita pelo especialista em marketing Gabriel Rossi com as empresas que participam, por exemplo, da São Paulo Fashion Week, a conclusão é de que muito ainda precisa ser feito neste campo. “O mercado da moda ainda não explora todo o potencial que o Branding oferece. As limitações que os clientes encontram para entrar em contato com essas empresas na internet, por exemplo, chamam a atenção pela falta de estrutura.”
De acordo com Rossi, os websites das empresas avaliadas ainda são estáticos e com uma área de contato em que o cliente apenas pode deixar um e-mail ou mensagem. “Uma boa plataforma de contato assegura às empresas do mundo fashion a oportunidade de ouvir seus clientes e obter vários tipos de feedback, como tendências, os desejos do consumidor, além de comportamentos de compra e muito mais.”

Embora seja nítida a possibilidade de diferenciar uma marca e seus produtos pela postura digital adotada pela empresa, o trabalho do profissional de Branding no mercado da moda é, para Rossi, um dos mais difíceis. “Uma série de conceitos atua simultaneamente para compor uma experiência junto ao público: o design e o designer das peças e a própria celebridade que endossa os produtos. Tudo precisa funcionar como uma orquestra e a diferenciação não é algo tão simples”, explica.

O especialista afirma também que há uma excelente oportunidade para que diversas marcas do mundo fashion brasileiro acordem para a nova realidade digital e a utilizem de maneira astuta e íntegra. “O maior desafio de muitas dessas marcas será entrar no universo das redes sociais mantendo o preceito básico de exclusividade, que é esperado que elas transmitam. Porém, há muito mais a ganhar do que a perder”, finaliza.

Por Redação , Administradores.com

Anúncios

Sobre Ramires, F A. Borja

Sólidos conhecimentos em: GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS - Planejamento Estratégico Empresarial; - Balanced Scorecard (BSC); - Indicadores de Performance (KPI); - Avaliação de Potencial de Mercado; - Marketing Geográfico (GIS); - Business Intelligence (BI); - Inteligência Competitiva. GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA - Planejamento Orçamentário; - Plano de Negócios; - Análise de Custo, Volume e Lucro; - Ponto de Equilíbrio e Alavancagem Operacional; - Formação e Análise de Preços; - Retorno sobre Investimentos; - EVA, MVA, EBITDA e Fluxo de Caixa Descontado; - Risco de Crédito com Credit Score.
Esse post foi publicado em Segmento do Varejo e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s